Sistema para restaurante: o que é preciso saber sobre o tema?

11 minutos para ler

Administrar um negócio no ramo de alimentação de forma eficiente e superar desafios diários, que somente quem empreende conhece, pode ser muito mais fácil com a tecnologia. Por isso, sempre recomendamos o uso de um sistema para restaurante para automatizar as tarefas, otimizar o tempo, melhorar a experiência dos clientes e potencializar os resultados. 

Afinal, há gestão de estoque, financeiro, relacionamento com fornecedores, atendimento ao cliente e muitos outros afazeres diários, semanais e mensais. Com tantas coisas para administrar, contar com os recursos da tecnologia é ter mais eficiência.

Um bom serviço deixa os clientes satisfeitos — o que é sinônimo de mais pedidos. Uma boa gestão também traz melhores resultados, agilidade no atendimento e crescimento. Então, vamos ver como o sistema funciona, suas vantagens e como escolher o melhor. Acompanhe!

O que é um sistema para restaurantes?

Já pensou poder contar com um recurso capaz de automatizar processos no seu restaurante? Assim, você teria mais tempo para se dedicar ao negócio de forma estratégica, além de propor melhorias e formular ações para exceder as expectativas quando se trata de atendimento ao cliente. Pois isso é possível com um sistema para restaurantes.

De forma resumida, funciona como um ERP (Enterprise Resource Planning), ou Planejamento de Recursos da Empresa, em tradução livre. A sigla remete a um software de gestão, que ajuda a acompanhar todas as operações com mais facilidade, graças ao acesso às informações armazenadas em um só lugar.

No caso dos restaurantes, com um sistema de gestão você tem o controle de tudo. Desde o planejamento dos pratos, incluindo o estoque de ingredientes (compra e reposição), até a entrega final ao consumidor (na casa dele ou no salão).

Como um sistema para restaurantes funciona?

Assim como qualquer outro software de gestão, um sistema para restaurante é abastecido com informações. São insumos para que o negócio funcione (cardápio, valores, área de entregas etc.) e também o cadastro de uma base de clientes, que vai aumentar de acordo com o desempenho dos pedidos.

Para que ele funcione e gere insights relevantes, tudo deve ser preenchido com precisão, mantendo o banco sempre atualizado e organizado. Afinal, a partir daí os relatórios serão gerados e vão servir para a tomada de decisão e para o crescimento do restaurante. Quando contamos com uma fonte confiável, fica mais fácil administrar as coisas.

Quais são as vantagens dos sistemas para restaurantes?

Sabemos que o ramo de alimentos pode ser bem variado, sem contar a concorrência acirrada. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA), o setor representa 9,7% do PIB. Para ganhar vantagem competitiva e buscar inovação a fim de atrair a clientela, é essencial usar a tecnologia a seu favor e aproveitar todos os benefícios da automação.

Por que fazer tudo de forma manual ou sem o apoio dos recursos tecnológicos se eles podem dar mais eficiência aos processos? Um estabelecimento com o controle da sua gestão (finanças, estoque, compras, fornecedores etc.) se torna altamente rentável. Vamos ver as vantagens do sistema para restaurantes? 

Fácil de usar e acompanhar

Com interfaces simples e intuitivas, o sistema de gestão é fácil de usar. Basta aprender uma vez o caminho para ter domínio completo do seu negócio. Mesmo que surjam dúvidas, você também pode contar com o auxílio de tutoriais ou do suporte da própria empresa.

Adaptável para suas necessidades

Cada negócio tem suas particularidades. Pizzarias, padarias, restaurantes, lanchonetes — seja qual for a área, o software pode ser adaptado para atender às necessidades específicas de cada segmento. Aliás, a personalização está em alta, em todos os sentidos.

Todas as informações em um lugar

Ao contar com um sistema para restaurantes completo e integrado, você tem todas as informações sobre o negócio centralizadas em um único lugar. Assim, é mais fácil ter uma visão geral, fazer comparativos, extrair relatórios e acompanhar todas as operações. 

Menor chance para erros

Com a ajuda da tecnologia, o risco de erros e falhas diminui drasticamente. Isso acontece porque as tarefas são automatizadas, reduzindo também a necessidade de retrabalho. O impacto direto recai sobre o tempo e os custos, que são otimizados.

Maior agilidade e produtividade

Atendimento, produção e fechamento de pedidos se tornam mais ágeis, já que a parte mais operacional é automatizada graças ao sistema. Como diz o ditado: “tempo é dinheiro”. Por isso, otimizar os processos possibilitará um controle maior e um crescimento mais rápido.

Melhor experiência do cliente

Vamos combinar que a satisfação dos clientes é fundamental para o sucesso do negócio, não é? Então, com um controle maior do que acontece no restaurante, a experiência da clientela é afetada de forma positiva, ganhando agilidade e eficiência.

Custo-benefício compensador

Uma das maiores vantagens do sistema para restaurantes é o custo-benefício, já que a automação de processos evita gastos desnecessários. Por exemplo, ao agilizar os pedidos, seu volume de vendas aumenta, assim como o ticket médio.

Retorno sobre o investimento

Aliás, por falar em aumentar o faturamento, significa que o investimento no software não é um gasto, mas uma ferramenta que traz retorno financeiro. Desde que você invista em um sistema que atenda a todas as necessidades do restaurante e esteja alinhada às suas estratégias.

Quais funcionalidades um sistema para restaurantes deve ter?

Por falar em atender aos pré-requisitos do seu negócio, queremos apresentar algumas das funcionalidades mais importantes. Elas serão a base para ajudar na escolha do software com os recursos que suprem de forma mais satisfatória o que você precisa. Uma dica é classificar cada uma de duas formas: “deve ter” vs. “seria bom, mas não é indispensável”. Vamos lá?

Integração com aplicativos de delivery

Pedir comida se tornou um hábito comum entre os brasileiros. O que isso significa? Que o seu restaurante não pode ficar de fora dos serviços de entrega. Então, o sistema escolhido deve ter integração, pelo menos, com os principais players do mercado, como o iFood. Afinal, é ali que seus clientes e potenciais consumidores estão.

Gestão de estoque e financeiro

Um sistema não seria bom se não fornecesse os recursos necessários para gestão de estoque, controle financeiro, compra de insumos, fornecedores e notas fiscais — só para citar alguns dos mais importantes. Nesse momento, é importante fazer uma lista dos principais quesitos para o seu restaurante. É ela que vai ajudar a escolher a melhor solução.

Opção de cardápio eletrônico

Alguns sistemas contam com a possibilidade de incluir o cardápio eletrônico. Dessa forma, o cliente pode navegar pelo menu do restaurante, visualizar imagens dos pratos e os valores de cada refeição. Com essa funcionalidade, ele faz o pedido da mesa, que é enviado direto para a cozinha, sem a necessidade de um garçom.

Acesso a relatórios completos

O que seria dos resultados e do planejamento estratégico sem os relatórios de análise, não é mesmo? Pois essa é uma funcionalidade quase obrigatória em qualquer sistema para restaurante. Hoje, todas as decisões são tomadas a partir de dados coletados sobre o comportamento de consumo dos clientes.

Compatibilidade com normas fiscais

Essa é uma das primeiras perguntas que você deve fazer quando for escolher um software. A legislação brasileira pode ser bem rigorosa, então, para cumpri-la

sem preocupações no futuro, é bom ter certeza de que o sistema é compatível com as normas fiscais. E que ele é atualizado de forma constante.

Observe os recursos para cada segmento

Alguns estabelecimentos podem demandar recursos para atendimento misto. Por exemplo, atendimento no balcão e por comanda (ou cartão de consumo), self-service e à la carte, delivery e encomenda. Nesse caso, um bom sistema para restaurante atende à necessidade de operações simultâneas.

Como escolher um sistema para restaurantes?

Agora que já apresentamos algumas das principais funcionalidades, chegou a hora de ajudar você a escolher um sistema para restaurantes. Daqui em diante, vamos listar dez pontos para você avaliar e acertar na decisão. O objetivo é encontrar o software que melhor atende às suas necessidades. Anote!

Verifique se o sistema tem tudo de que precisa

O primeiro quesito da lista é avaliar se o software cumpre todas as demandas que você busca. Afinal, existem diferentes tipos, de acordo com as particularidades de cada estabelecimento. Não existe a melhor opção, mas a que melhor atende ao que seu negócio precisa.

Pergunte sobre assistência e suporte

Imagine um imprevisto: o que você faz? Chama a assistência técnica, certo? Por isso, é importante sondar se a empresa oferece plantão para suporte, no caso de você precisar. Se sim, aproveite para checar a disponibilidade. Assim, surpresas podem ser evitadas.

Confira se existe um treinamento

No início, você e seus funcionários precisam se familiarizar com o sistema, não é? Então, aqui tem um ponto a considerar antes de contratar o software. Veja se existe treinamento (manuais ou tutoriais em vídeo) ou algum programa de capacitação, mesmo que o sistema seja intuitivo.

Entenda como é a implementação

É fácil de começar a usar? Sua equipe estará preparada para operar a nova ferramenta? Sempre é válido ir além dos materiais de apoio e contar com um treinamento extra para que todos se familiarizem com o programa e estejam preparados para o que for preciso.

Avalie a credibilidade do fornecedor

Antes de contratar o sistema para restaurante, faça uma pesquisa sobre a reputação do software. Busque em redes sociais, nos depoimentos de clientes e em sites como o Reclame Aqui. Vá além de preços: avalie também pontos positivos, tempo no mercado e experiência.

Observe se a interface é intuitiva

Mesmo com treinamento, ter acesso a uma interface intuitiva e de fácil manuseio ajuda na adaptação. Além disso, o restaurante já tem tantos processos para acompanhar que, quanto mais simples for o sistema, melhor uso você fará dele. A simplicidade é sempre bem-vinda!

Leve em conta a dinâmica do sistema

Quanto melhor atender à rotina do restaurante e a todas as operações envolvidas, mais dinâmica será a experiência. Todas as áreas ganham agilidade e eficiência, enquanto os demais processos se tornam mais estratégicos, inclusive a qualidade do atendimento ao cliente.

Analise o acesso às informações

Vivemos na era dos dados, em que as decisões deixaram de ser tomadas por “achismos”. A mobilidade também importa — e muito. Portanto, ter acesso a todas as informações sobre o restaurante na palma da mão, a qualquer hora e em todos os lugares, é requisito básico.

Preze pela integração entre as áreas

Outra condição básica é contar com um sistema para restaurantes que possa integrar todas as áreas do seu negócio. Além de dar uma visão macro das operações, toda a equipe tem acesso e pode coordenar os pedidos de um jeito mais rápido e eficiente.

Procure pelos diferenciais e vantagens

É sempre bom poder contar com produtos e serviços que têm diferenciais. Fácil navegação, boa usabilidade, complexidade de relatórios e personalização são alguns dos pontos que você pode observar. O sistema deve ser eficaz para resolver seus problemas.

Quais cuidados devem ser tomados ao contratar um sistema para restaurantes?

Além das funcionalidades e das dicas que acabamos de compartilhar, é importante tomar alguns cuidados extras. Acertar na escolha é fundamental para o sucesso do negócio. E para facilitar as coisas para você, vamos mostrar mais uma pequena lista:

  • não precisa se prender a contratos longos;
  • evite sistemas que não podem ser escalados, afinal um dos seus objetivos é crescer, e você precisa de um software que acompanhe o fluxo;
  • avalie mais do que preço, leve em conta todas as dicas que compartilhamos com você até aqui (adaptação às operações do restaurante, credibilidade, experiência etc.);
  • coloque as necessidades do negócio acima de qualquer proposta;
  • valorize sistemas com treinamento e suporte durante o período de implantação.

Na hora de escolher um sistema para restaurantes, é importante levar em conta tudo que mostramos neste post. Afinal, é o sucesso do seu negócio que está em jogo. Quanto mais acertada for a escolha, melhor será para gerenciar a empresa, agregar agilidade à rotina, reduzir os erros e os custos, além de aumentar a eficiência dos processos.

O que achou do conteúdo sobre sistemas de gestão para restaurantes? Curta e compartilhe nas redes sociais!

Posts relacionados

Deixe um comentário